more from
HBB

Contrariedade

by O Inimigo

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $1 USD  or more

     

  • Record/Vinyl + Digital Album

    Includes unlimited streaming of Contrariedade via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 3 days
    edition of 300  5 remaining

      $22 USD or more 

     

  • Compact Disc (CD) + Digital Album

    Includes unlimited streaming of Contrariedade via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 3 days
    1 remaining

      $10 USD or more 

     

  • Cassette + Digital Album

    Includes unlimited streaming of Contrariedade via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 3 days
    edition of 100  2 remaining

      $6 USD or more 

     

1.
Ritual 02:23
Cortando o chão O que nos aguarda? Alguns rostos estranhos Um ou outro olhar sincero Acordamos e seguimos em frente Nada fica para trás Mais estrada, aprendizado Para onde vamos? Nada fica para trás Nada é estranho Qualquer lugar é nossa casa Acordamos e seguimos em frente Nada fica para trás Mais estrada, aprendizado Para onde vamos não importa Apenas vamos Mais um ritual Liguem tudo Propagar a musica, a mensagem
2.
Desde sempre berço de ouro Não sabe o valor do sacrifício Privilégios te resumem Nunca teve o suor na face Seus amigos todos comprados Onde a grana fala mais alto Só é importante pelo que tem Como vive assim ? Antagonista corrompido da verdade fictícia Obrigado a mostrar a todos que comprar é a melhor escolha Qual a relevância em mostrar que sabe de tudo? Seu consumismo não é um dom ou uma regra a se seguir O desespero bate quando o inferior alcança O topo, o soberano, está perdendo a posse Como vive assim ? Seus bens e status não me iludem Posso ser e posso ter Sem precisar pisar em ninguém Posso ser e posso ser Diferente Posso ser e posso ser De você Posso ser e posso ser
3.
Longe de sua terra E de tudo que ama Mais uma vez deu seu sangue nesse inferno A renda aqui não vale tanto a pena Acordou sem seu salário Seu pesadelo só começou Nas mãos a prova de um crime Feito por aqueles que não vão te ajudar O cansaço esbarra Me sento de cabeça baixa Pessoas vão e vem Lembranças sim, mas nenhuma lágrima Olhos vermelhos Todos desconfiam Quantos quilômetros vou percorrer? Meu sangue nordestino recuperar!
4.
Sozinho na selva A multidão caminha para o mesmo sentido Vou ao contrário As mudanças acontecem Mas as ruas são as mesmas e as leis continuam Independente do que for construído Merdas arquitetônicas Mordaças a te esmagar Colírio para a burguesia Tentam mas não vão me cegar Apropriar Fabricar meu próprio ar Apropriar Fabricar meu próprio ar Todo o espaço ocupar! Tomar a cidade! Todo o espaço ocupar! Direito à cidade! O crescimento das cidades resumido em concreto Desapropriações Para eles tudo é inútil e sujo A cidade é nossa Respire! Sobreviva!
5.
Crimes de ódio não resolvidos Como dizer que foi abolido? Recomece o jogo com todos os indivíduos em uma linear Racismo disfarçado em um falsa abolição Segregação não acabou Fatores históricos de uma história sem fim A tristeza ao parecer que a luta foi em vão A escravidão não acabou Os ditados só são sutis para você Racismo escancarado e enraizado Ferida aberta no mundo e na pele de quem sofre Abra os olhos e comece a pensar Segregação nunca acabou
6.
Alzheimer 03:07
Em sua pele as marcas da luta A teimosia esboça a força que um dia existiu 6 partos e 5 ainda vivem Na mesma casa e no mesmo número escreveu sua caminhada Guerra contra a memória Seu olhar confuso Não estou em seus pensamentos Não estou em seus pensamentos Mas é que não vai esquecer Idade corre, o tempo corre Lembranças destruídas O tempo corre, a história morre Memória seletiva Não por sua vontade ncora para os seus medos Onde o maior é a solidão Idade corre, o tempo corre Lembranças destruídas O tempo corre, a história morre Ela senta e espera Não sabe onde está Quer voltar para o seu lar 6 partos e 5 ainda vivem Na mesma casa escreveu sua caminhada
7.
Qualquer dia ou hora Qualquer segundo é tempo Vivências rápidas e tortas Encaixes perfeitos Eternizando o rápido Infinitando o breve Intensificando Choque térmico em segundos Abaixo de zero Essa não é a temperatura O corpo ainda é quente Mas posso não estar sorrindo Certeza que memórias ainda queimam Choque térmico em segundos Abaixo de zero Essa não é a temperatura Sentir calado Vejo congelar Se negar a sentir Aquilo que é incontrolável Na ponta desse iceberg Tudo a se apagar Eu insisti Para estar aqui
8.
Eu e você Amor e ódio Transmite medo Insisto aqui Preso no cinza dos teus olhos Volto para os seus braços Agradeço as suas ruas que sempre me acolheram Sem piedade é seu nome Sempre perigosa Mais violenta sem guerra Por que te amar? Queimo sua bandeira Me destrói e aqui estou Quase beijo em ruas tensas Garoa de lágrimas Felicidade ou tristeza Sua presença é quem determina Sem piedade é seu nome Sempre perigosa Mais violenta sem guerra Por que te amar? Queimo sua bandeira Me destrói e aqui estou Razão ou omissão Desejos que gritam Embaixo dessa chuva Para onde vai me levar nessa deriva? Não confio Não resisto
9.
Apelo 02:04
10.
Qual o estado físico e mental Após alguém ir embora sem ao menos existir um por quê Viver na nostalgia quando o que mais queria era ter você aqui A saudade transformada em sangue nos olhos Só queria que soubesse a falta que você me faz Se saudade me matasse 12 meses e todos são maio Memórias que agora são sinônimos de luta A perda que enfraquecia Agora serve de munição contra aqueles que tiraram seus sorrisos Lembranças que dão forças para continuar a lutar A saudade transformada em sangue nos olhos Só queria que soubesse a falta que você me faz Se saudade matasse 12 meses e todos são maio

about

“Nossa postura vai bem ao contrário do pensamento tradicional brasileiro que acabou de ganhar a última eleição”, diz o guitarrista Juninho Sangiorgio ao explicar o viés político e o título do terceiro álbum da banda de hardcore O Inimigo. “Contrariedade”, lançado pela Hearts Bleed Blue (HBB) em CD, LP, K7 e nas principais plataformas digitais, conta com 10 faixas diretas e contestadoras.

“Somos contrários ao pensamento de gente que acha que mais polícia na rua irá diminuir a violência, gente que acha que devemos trabalhar a vida inteira sem reclamar. Pessoas que não conseguem refletir o real problema do país e estão completamente controladas pela mídia, que jogam as notícias da forma mais covarde possível pra cima do povo. O resultado disso é assombroso, sentimos na pele essa força de controle de massas”, explica o guitarrista.

“Contrariedade” é o primeiro registro d’O Inimigo com o vocalista Wellington Marcelo, que substituiu Alexandre Fanucchi em 2016. Além de Wellington e Juninho, que se divide entre O Inimigo e a lendária Ratos de Porão, fazem parte da banda Fernando Sanches (guitarra) – também baixista do CPM22, Alexandre Cacciatore (baixo) e Gian Coppola (bateria).

“Nós viemos do underground, então ali sempre foi mostrado formas alternativas de ver as coisas, e somos muito gratos por tudo isso, mas ao mesmo tempo é complicado ficar o tempo todo vendo que estamos remando do lado contrário. Estamos lidando com algo muito poderoso e sujo, precisamos manter a cabeça no lugar, fazer nosso papel e fazer valer a pena cada realização na vida”, completa Sangiorgio.

credits

released May 17, 2019

Gravado por Fernando Sanches, Éric Yoshito e Thiago Babalu entre maio e junho de 2018 no Estúdio El Rocha. Mixado por Fernando Sanches e O Inimigo em junho de 2018 no Estúdio El Rocha. Masterizado por Fernando Sanches em setembro de 2018 no Estúdio El Rocha. Arte por Flávio Lepsch. Foto por Victor Balde/Snapic. Audio da faixa 9 retirado do video "Apelo", por Débora Maria da Silva e Clara Ianni, gentilmente cedido pelas autoras. Agradecimentos: Kalota, Boka, Babalu, Éric, Bá, Ligia, Tucano, Balde, Hanna, Leon Luthier, Daguinho, Pilili, Kbelo, Fausto, Alemão, Mateus, equipe El Rocha, movimento mães de maio, Hélio, Alexandre e Antônio.

license

all rights reserved

tags

about

O Inimigo São Paulo, Brazil

since 2001 - total hardcore punk from Sao Paulo - Brasil

Fernando guitar
Gian drums
Juninho guitar
Ale bass
Wellington vocal
o_inimigo@hotmail.com

contact / help

Contact O Inimigo

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this album or account

If you like O Inimigo, you may also like: